01 nov, 2016

SPFWTrans N42: Veja agora, compre agora


Coca Cola SPFWTRANSN42

Olá, pessoal! Tudo bem?

Agora no final de outubro, rolou a tão esperada SPFWTrans N42, que pretendia provocar Transformação, Transgressão e Transição. Isto porque foi implantado o conceito de see now buy now (em português, veja agora, compre agora) disponibilizando as coleções da passarela no varejo em tempo real.

“O SPFW aceita que moramos num mundo onde transformação e transição são elementos essências de sobrevivência e é a primeira semana de moda no mundo a adotar o conceito see now buy now, disponibilizando as coleções da passarela na varejo em tempo real.” (Eliza Rinaldi, blog Estilo ao Meu Redor)

Há mais de uma década, o SPFW passou a transmitir os desfiles do calendário pela Internet e a fomentar e abrir espaço para que influenciadores digitais pudessem interagir e compartilhar suas impressões com o público. Uma nova geração de consumidores nasceu e cresceu com o imediatismo das redes. Hoje desfiles (desde sempre pensados para os profissionais da indústria) são acompanhados ao vivo, minuto a minuto, por milhares de pessoas no mundo todo. Só na última edição do SPFW, a transmissão ao vivo dos desfiles alcançou 5 milhões de pessoas, somente no canal oficial do evento no Facebook. A plataforma do twitter contabilizou a produção de 350 mil publicações e compartilhamentos com #SPFW durante a semana de moda, e estima-se que o total de menções públicas sobre o evento alcançaram mais de 900 milhões de impressões, considerando todas as redes sociais.

SPFWTrans N42 Coca-Cola Jeans

Desfile Outono-Inverno 2017 da Coca-Cola Jeans na SPFWTrans N42

Sasha no desfile da Coca-Cola Jeans

Sasha no desfile da Coca-Cola Jeans na SPFWTrans N42

Quem assiste a tudo isso pelas telas de um smartphone, não quer esperar meses pra comprar o que viu na passarela, num mundo em que tudo – de viagens à comida, ao ingresso do cinema, está a um clique de distância. O desejo pelo consumo de moda neste ambiente digital fica provado em dados sobre a performance do segmento no e-commerce brasileiro. Segundo os dados da E-bit, a categoria de Moda & Acessórios lidera as vendas no e-commerce brasileiro desde 2013. Segundo o Google Varejo, o segmento movimentou 150 bilhões de reais em 2015 no Brasil.

Este é um ano recorde de patrocinadores no evento. Novas marcas como C&A, Instax, ELO, Garnier e Glade se unem a Natura, Iguatemi São Paulo, Schweppes, Euro, Coca Cola, Miller, Magnum, TNT, Mercedes-Benz e Mmartan, ao lado de apoiadores e parceiros. Como espaço de criação sempre aberto a novas possibilidades, o evento se fortalece cada vez mais para que diversas marcas participem deste ambiente oferecendo experiências e conteúdos únicos a um público influente e multiplicador.

Fonte: MktMix Assessoria de Comunicação

13 out, 2013

Cortar o refrigerante da dieta


Hello everyone!


Com 2 meses restantes para o fim do ano, eu decidi fazer uma dieta básica – projeto verão 2014!
Umas das primeiras coisas que eu decidi  foi cortar o refrigerante da minha vida Facebook Cry Emoticon Okok, não totalmente, mas pretendo tomar apenas 1 vez por semana e sem exageros!
Eu amooo a combinação: Hambúrguer de Frango + Batata Frita + Refri bem gelado! Sou muito feliz com esse trio Facebook Comments Smiley With Tongue Out Mas além de não fazer bem, engorda (avá!).

Bom, então hoje eu vou citar os 10 motivos para cortar – ou diminuir – o refrigerante da sua dieta:
  • Obesidade 
Está comprovado que o consumo em excesso de bebidas adoçadas leva à obesidade e aumenta os riscos de doenças, como diabetes, câncer e problemas cardíacos.
  • Roubo de cálcio
Um dos componentes dos refrigerantes tipo cola, o ácido fosfórico ou fósforo, retira cálcio dos ossos, que ficam mais fracos. Ou seja, maior o risco de osteoporose, principalmente em mulheres.
  • Caloria vazia
Os refrigerantes não trazem nem um único benefício para o organismo, não fazem nenhum bem. São apenas calorias a mais!
  • Menos nutrientes
Além de não trazer nenhum, o organismo gasta nutrientes para conseguir eliminar a química do refrigerante do corpo – o que é ainda pior nas versões diet.
  • Prejudica o metabolismo
A bebida também altera o metabolismo do corpo, aumentando a gordura corporal e dificultando a absorção de fósforo, ferro e cálcio contidos nos alimentos que ingerimos. Ou seja, não devem acompanhar as refeições.
  • Vicia
Já está comprovado que os refrigerantes estimulam a produção de um neurotransmissor chamado dopamina, que dá a sensação de prazer e causa o vício. O resultado é que você vai querer cada vez maiores quantidades.
  • Altera o humor
O excesso de cafeína pode causar alterações de humor – você fica excitado quando a consome e irritado e sonolento quando está sem ela. Quase todos os refrigerantes possuem cafeína, mas o problema é pior nos tipo cola.
  • Aumenta a pressão arterial
Todos os refrigerantes, diet ou não, possuem grande concentração de sódio, que pode aumentar a pressão.
  • Provoca cárie
O excesso de açúcar colabora para o aparecimento de cáries.
  • Desgasta e amarela os dentes
Os refrigerantes possuem muita acidez, o que corrói o esmalte (a parte branca dos dentes) e provoca uma espécie de erosão próximo à gengiva. Isso deixa o dente amarelado, mais sensível e mais propenso a ter problemas.
Eu conheço algumas pessoas que pararam de tomar refrigerante (pra sempre!), eu admiro elas, mas eu não conseguiria parar totalmente, é um vício de uma vida inteira >.<  Eu acho que tomando com moderação já é o suficiente, tudo em excesso não faz bem.
E vocês meus queridos, parariam de tomar refri? Conhecem alguém que não toma?

Fonte do texto: A Gazeta | Foto: Getty Images 

Mah4021 • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por